5 de setembro de 2007

NAVEGAR-ME

http://www.armazemdesonhos.com.br


VAIDADES OCULTAS
ORIENTANDO VIRTUDES,
MÁSCARAS DE LUZ
CORROMPENDO ATITUDES.

EGOÍSMO PRESENTE,
DESENCADEANDO A DOR,
DESTRUINDO NASCENTES
QUE BROTAM AMOR.

ARRAIGADAS VERDADES
IMPEDINDO O SABER ,
CONFUNDINDO OS CAMINHOS
DOS QUE QUEREM APRENDER.

VONTADE INCONTIDA
DE SOLTAR O ESPÍRITO,
DAS MENTIRAS QUE INIBEM
O INEVITÁVEL CRESCER.

DAR VELAS AOS SONHOS,
DESCORTINANDO A VISÃO.
DESFAZENDO OS NÓS
DAS AMARRAS AO CHÃO.

SAIR DA DERIVA
DA FALTA DE VENTOS,
DA VIDA PASSIVA
SEM QUESTIONAMENTOS.

BUSCAR OUTROS RUMOS
MAIS CHEIOS DE NORTE,
NAVEGAR OS SENTIDOS
NA CERTEZA DA SORTE.

Fernando Antônio de Oliveira

Obrigada ao professor Fernando pela participação contribuindo com a beleza de suas palavras para enriquecer esse espaço de poesia.

7 comentários:

Fernando Antônio disse...

Querida Marli,
Em termos formais, esta poesia é a de um aprendiz poético... Seria uma quadrinha? Talvez um ensaio poético... ou nada...só a vontade de participar do seu “Varal de poesias”.
Não existem mais em nosso planeta regiões geográficas a serem conquistadas como na época dos conterrâneos da Prof.Teresa (Blogica_mente); hoje, os espaços mais importantes ainda por conhecer são internos... por isso as caravelas destas novas odisséias são os nossos próprios sentidos que, num rumo introspectivo, buscam transpor o “Cabo Bojador”, que delimita os mares conhecidos, indo em direção ao misterioso “além do homem”, também atrás de riquezas, só que agora, esses novos valores são outros... aqueles que as “traças não roem e os ladrões não roubam”.
Aquele antigo refrão que encorajavam os navegadores ainda é o mesmo, pois o mar continua tenebroso, salgado de sentimentos e idéias contraditórias, porém com outro sentido: “navegar é preciso, viver é impreciso”... preciso não no sentido de necessidade, mas de exatidão ...
Aproveito para parabenizá-la mais uma vez pelo seu “vidas Secas”
Com muita admiração
Fernando

Fernando Antônio disse...

Ainda vou aprender: a)Aquele antigo refrão que encorajava os navegadores...
b) “navegar é preciso, viver não é preciso”... preciso não no sentido de necessidade, mas de exatidão ...

Marli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marli disse...

Amigo Fernando!

Ainda nos falta descobrir o terreno mais desconhecido: o nosso próprio eu. Obrigada pelas palavras . Volte sempre que quiser. BJ

CresceNet disse...

Oi, achei seu blog pelo google está bem interessante gostei desse post. Gostaria de falar sobre o CresceNet. O CresceNet é um provedor de internet discada que remunera seus usuários pelo tempo conectado. Exatamente isso que você leu, estão pagando para você conectar. O provedor paga 20 centavos por hora de conexão discada com ligação local para mais de 2100 cidades do Brasil. O CresceNet tem um acelerador de conexão, que deixa sua conexão até 10 vezes mais rápida. Quem utiliza banda larga pode lucrar também, basta se cadastrar no CresceNet e quando for dormir conectar por discada, é possível pagar a ADSL só com o dinheiro da discada. Nos horários de minuto único o gasto com telefone é mínimo e a remuneração do CresceNet generosa. Se você quiser linkar o Cresce.Net(www.provedorcrescenet.com) no seu blog eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. (If he will be possible add the CresceNet(www.provedorcrescenet.com) in your blogroll I thankful, bye friend).

Linux Educacional disse...

Parábens pelas postagens.

http://www.rafaelnink.com/blog

Anônimo disse...

ler todo o blog, muito bom