20 de março de 2014

Ó Querida Chinesa



Ó Querida Chinesa,
Meu sonho de criança,
Minha real princesa,
A minha memória de ti não se cansa...

Ó Querida Chinesa,
Minha doce infância!
Da tua cândida presença,da tua singela beleza...
Eu não queria distância...

Ó Querida Chinesa,
Será que ainda te amo?
O teu olhar felino,primor de sorriso,tua pose altaneira,que hoje veja,
Viva alma do que te chamo...

Ó Querida Chinesa,
Queria de novo te ver sorrir...
A tua luz em mim de novo acesa,
Olho para o céu em busca de uma estrela que brilhe tanto como tu...será que pode existir?

Poema enviado por Semeano Oliveira
http://semeanoliveira.blogspot.com.br

10 comentários:

Lizandra Fernandes disse...

Woow, amei, sou apaixonada por poesias.
Parabéns!!

http://olhardeliz1995.blogspot.com.br/

Diogo Aguiar disse...

Bem legal o texto parabéns!
Quando puder passe nos meus blogs!

Amissus Poems
Projeto Edgar Allan Poe

Grande Abraço!

Anônimo disse...

muito legal essa poesia!!

Anônimo disse...

Gostei das Poesias!!

Anônimo disse...

Gostei das Poesias!!

Anônimo disse...

Gostei das Poesias!!

Anônimo disse...

Gostei das Poesias!!

Anônimo disse...

Adorei o poema, muito legal.

Anônimo disse...

Adorei o poema, muito legal.

SANDRO SILVA disse...

muito bom!