11 de novembro de 2015

Silêncios x Barulhos


3 comentários:

Lara Kuerten disse...

parabéns pelos lindos poemas

Me siga de volta! Meu blog também é cheio de textos e poesias para filosofar

http://sonhandoacordadaofficial.blogspot.com.br/

Lukas Celta disse...

Que lindo, Marli. Lendo-a de madrugada, vejo-me como num espelho. É isso o que faz a poesia. E continua a fazer, sempre, apesar de toda inconstância do mundo. Obrigado!

Marli Fiorentin disse...

Obrigada, queridos. Conto sempre com vocês por aqui. Somos feitos da mesma sensibilidade.