29 de agosto de 2016

Metamorfose


A solidão aconselha,
A almofada ouve, 
A lua escuta, 
O silêncio elucida, 
A cama descansa

Tudo à noite me transforma,
Me dá domínio, poder,
Metamorfose?

E se ouço um som, um gemido, uma lágrima
Desço mais abaixo, mais profundo,
Mais dentro do Universo que sou eu

Sonho, acordo e existo.

Mais eu, ainda assim, apenas eu

Pedro Pereira
Leia mais em Não bulas aí: trivialidades"

6 comentários:

Malik disse...

A noite tem poderes muito especiais!

Fabricio disse...

Nós somos o universo com poderes que desconhecemos...

Gabriela L0pes disse...

"Sonho,acordo e existo" <3

Gabriela L0pes disse...

"Sonho,acordo e existo" <3

Anônimo disse...

A vida e seus instantes

tunga Gonçalves disse...

Gostei muito. E deixo de imediato meu blog pra quem quiser consultar outros estilos poéticos.
abelgoncalvespoeta.blogspot.com.br