23 de julho de 2017

Nua


Entre beijos e abraços
Ando me enroscando no cabelo de Medusa
Nem mesmo Leonardo da Vinci
Conseguiria retratar
A beleza que ela possui
Quando está completamente nua
Seu corpo é uma obra não desenhada
Sua essência é uma criação divinamente pura
É uma dádiva poder amá-la
Quando o sol se retira e aparece o clarão da lua.


Gustavo Souza

8 comentários:

Clarice Rebelo disse...

Olá adorei o conteúdo do seu blog parabéns

Os poemas postados são cheios de profundidade e sentimento

Fica o convite para conhecer a minha página: https://apoesiaemcena.blogspot.com.br/

Muito obrigada e até logo.

Lauro Freitas disse...

muito bom... juro! sou criterioso, gostei, você pode me explicar como eu posso postar algo também?

Lauro Freitas disse...

Muito ansioso para ler e compartilhar.... pensamentos.

Marli Fiorentin disse...

Olá! Obrigada pelas visitas de vocês. Para postar algum poema, enviem para meu email marlidf@gmail.com . Abraços!

tamara br disse...

ADOREI TENHO UMA CANAL DE POESIA SE INSCREVAM LA https://www.youtube.com/channel/UCasLx1XTBX5039fM1o9O8gA

tamara br disse...

Tamara Baia

Grimmwotan disse...

Gostaria de compartilhar este vídeo com uma poesia a respeito do Brisingamen, entoada em português:
..
https://www.youtube.com/watch?v=Ru-hmQ5TP-w&t=5s

Aquiles disse...

nossa show muito bem feito convido pra dar uma olhada nas minhas poesias
https://poemasdeaquiles.blogspot.com.br/