10 de outubro de 2005

Campo Grande e Seus Encantos




Em 26 de agosto de 1899 José Antônio Pereira descobriu um tesouro.
Surge o Arraial de Santo Antônio de Campo Grande,
descoberta por um mineiro e amada por gente do mundo inteiro.
Em busca de boa terra para plantar,
A comitiva veio esta terra explorar,
Conheceram os encantos da bela Morena
Quando ela ainda era pequena.
O Centro-Oeste tem orgulho por tê-la, capital do Mato grosso do Sul!
A mãe morena tem filhos de todo jeito, brancos, negros, amarelos.
A aparência não importa, pois a gente que aqui vive, vive bem, vive feliz.
Mãe boa, mãe nova,
Tem Segredo e tem Prosa,
És uma adolescente
Que acolhe muita gente
Igual e diferente,
Em seus braços de amor.
O pôr do sol aqui é divino, um verdadeiro presente de Deus.
Encanta adultos e crianças,que se enchem de esperança, para vê-lo outra vez.
As estrelas daqui brilham diferente e os pássaros cantam harmoniosamente,
pois até eles entendem o prazer de viver aqui.
Quem visita esta morena
Acaba se apaixonando
Afinal, são 106 anos de plenos encantos.
Campo Grande, mãe da gente
Mãe valente!
Felicidades te desejo. “Um dia outrora um deserto”, isto já é seu passado,
pois hoje abriga bairros e avenidas, prédios, gigantes construções.

Thámony Beraldo - 1º I

A poesia “ Campo Grande e seus encantos - 106 anos”, conquistou o primeiro lugar no concurso de redações realizado pela Secretaria de Cultura, de Campo Grande , Mato Grosso do Sul.

4 comentários:

João Mena Barreto Neto disse...

Obrigado, em nome de todos os Campo-grandenses...

Anônimo disse...

nofa

Anônimo disse...

eu achei podre d+

Anônimo disse...

eu nao agradeço