12 de outubro de 2005

Saudade




Saudade é assim
Uma agonia sem fim
Uma dor dentro da alma
Que corre pra junto do mar
É como a minha ilusão de um dia te encontrar
Saudade! Ah, Saudade!
Por que me atormentas tanto?
Deixa-me assim
Como um pássaro sem poder voar!
Como uma rosa sem perfume;
Que ninguém gosta de cheirar.
Enfim , a Saudade é tanta que faz a gente
Pensar que para sentir Saudade
Só precisa Amar.

Halini Meirele Boneti Pereira e Joice Hille
CAIC Professor Mariano Costa
Joinville - SC

7 comentários:

Anilda disse...

Parabéns pelo espaço. Temos muitos poetas!!!! Muitos escondidos...

TMara disse...

mas a saudade tmb pode fazer voar até encontrar o objecto k a provoca,ou o sonho k se busca. bjs e :)

TMara disse...

belíssima iniciativa.para além de a colocar nos meus favoritos vou linkar-vos no Círculo de Poesia
um blog colectivo de pessoas que amam a escrita, particularmete nesta forma. Bj de luz e paz

TMara disse...

saudade.uma dor quase impossível de explanar em palavras. Belopoema sonre o tema. Boa semana. Bjs e ;)

TMara disse...

voltie e está ainda o mesmo. torne aler e continua a saber bem. Bjs e ;) e Boas Festas

TMara disse...

tiveram um belíssimo ponto de partida e os resultados são muito sensíveis e com abordagens diferenciadas do: sonho.
Gostei. parabéns à prof.e aos alunos/as.
Bjs de luz e paz :), BOAS entradas e, globalmente, um melhor 2006 num mundo mais solidário, pacífico e justo @'-,--',--

Anônimo disse...

isso tá uma merda,seuu babacas