25 de setembro de 2013

Mariana - Poesia 1

Mariana Cappello Garzella,  brasileira, psicóloga,  28 anos. Mora no estado de São Paulo, em Santa Bárbara d'Oeste. Escreve poesias desde criança, mas agora resolveu compartilhar algumas delas aqui. E eu agradeço esse privilégio de poder divulgá-las. Breve , outras poesias da Mariana



Como eu queria ser o vento na copa das árvores
E ser o silêncio que eu olho na beira da estrada
E diluir-me em vento e silêncio
E nada.

Ser a poeira que o tempo levanta,
E esse riso de canto de boca
E ser efêmera como olhar algo que passa, na estrada.
Como a imagem que gruda nos olhos e passa.

Mar de gotas eu sou
Pedra da beira da rua,
Que o piche não engoliu.
Permaneço ali no canto, olhando.

Como o vento na copa das árvores
E o silêncio na beira da estrada.

26/08/07 

2 comentários:

Amynn Ruan disse...

Gostei muito!!

Ney de Borba disse...

Alguns momentos de ausência, nos faz bons observadores.
Gostei, saudações!