30 de abril de 2017

Poeira

Fonte: http://www.missaofoiporvoce.com.br/home/abra-a-janela-do-teu-quarto/


É preciso tirar a poeira do sótão
Limpar a sujeira das frestas,
Lembranças obstinadas,
Abrir as gavetas enferrujadas do tempo
Polir os metais,
Energizar os cristais
Varrer a preguiça,
Encontrar a coragem
Para deixar o sol entrar,
E brilhar novamente
Iluminando o quarto vazio

Ana Lopes

Mais poemas da autora em  Blog Janela da Alma

2 comentários:

Geison Sommer disse...

É necessário e faz tão bem.
Espaço pro novo sem jamais ignorar o que se foi.

Profª Lourdes disse...

Lindo e com um tema importante de se refletir, É preciso largar no velho e acreditar no novo. Jogar literalmente a poeira. Abraços querida Marli.